alopecia por estrés

A queda de cabelo prematura pode ocorrer devido ao estresse ou ansiedade. Sendo bem comum em pessoas que levam vidas agitadas, que possuem muitos compromissos e responsabilidades. Este tipo de queda antinatural de cabelos também é conhecida como alopecia nervosa.

Não se trata de uma condição permanente e o controle do estresse juntamente com alguns tratamentos podem deter eficazmente a queda dos fios. Neste artigo explicaremos melhor o que é a alopecia por estresse e como controlá-la. Continue lendo.

O que é a alopecia por estresse?

A calvície por estresse é a perda de cabelo em decorrência de altos níveis depressão, estresse ou ansiedade. O cabelo começa a cair em maior quantidade e isso costuma durar pelo espaço de alguns meses. Uma vez eliminado a motivo do estresse, a queda cessa e a pessoa começa a recuperar seus fios de cabelo perdido.

Uma das causas que podem gerar essa queda se deve ao fato de que ao estar nervosa ou deprimida a pessoa deixa de comer. Se o corpo não recebe os nutrientes necessários, se debilita, inclusive o couro cabeludo, dando início a queda de cabelos.

Nesses momentos de grande estresse, o ciclo menstrual pode se tornar mais abundante provocando falta de ferro no organismo da mulher, levando-a a uma condição de alopecia feminina.

Mas a calvície nervosa não afeta somente as mulheres, também acomete aos homens; estes podem ser acometidos da alopecia masculina por causa da ansiedade ou estresse. Este tipo de calvície embora não seja permanente, chega a ser preocupante.

Sintomas da alopecia nervosa

O sintoma principal é uma situação de estresse ou depressão. No entanto existem outros sintomas que indicam que a queda é provocada por uma calvície nervosa e não por algum tipo mais grave que não permite a regeneração capilar. Vamos conhece-los.

  • Perda de volume: Quando a perda de cabelo se deve ao estresse, voc√™ notar√° que o seu cabelo perde volume, tornando muito mais “ralo” que o normal.
  • Queda generalizada: Por se tratar de uma queda provocada por ansiedade e n√£o por algum problema capilar, o cabelo cai de forma generalizada. N√£o existem zonas espec√≠ficas do couro cabeludo onde voc√™ notar√° a queda, mas em todo ele como um todo.
  • Regenera√ß√£o do cabelo perdido: Uma vez solucionada a situa√ß√£o desencadeadora do estresse, a queda de cabelo cessa e o mesmo volta a crescer normalmente.

O que causa a alopecia por estresse

A alopecia nervosa é produzida por uma situação de estresse continua, quadros de depressão e/ou ansiedade perduráveis no tempo? Mas o que acontece com o cabelo quando se sofre de estresse?

Quando o estresse é continuo, o cabelo que se encontra em fase de crescimento, conhecida como fase anágena, passa de maneira brusca para a fase de queda, a fase telógena. Ou seja, a fase intermediária (etapa de descanso do cabelo que dura em torno de 3 semanas) é saltada.

Esta situa√ß√£o impede que o cabelo volte a crescer normalmente enquanto persistir o problema que provoca o estresse ou a ansiedade. O respons√°vel por isso √© o cortisol, um horm√īnio liberado pelo corpo em situa√ß√Ķes de estresse.

O cortisol desacelera a circulação sanguínea, além de evitar que o couro cabeludo absorva de forma correta os nutrientes e a água. A consequência disso é o salto direto que ocorre da fase de crescimento para a fase de queda do cabelo.

Diferenças entre a alopecia por estresse e a alopecia areata

A alopecia areata está relacionada com o sistema imunológico. O cabelo perdido volta a se recuperar uma vez que o problema na área afetada seja resolvido. Esse tipo de queda ocorre em zonas específicas do couro cabeludo, não em todo ele de forma generalizada.

A alopecia por estresse, se deve a problemas nervosos, depress√Ķes, ansiedades. O cabelo se recupera uma vez cessada a causa da ansiedade. √Č uma queda generalizada, se perde cabelos em toda cabe√ßa e n√£o aparece “clar√Ķes” no couro cabeludo.

Ambos os tipos de alopecia podem ser confundidos, mas conhecendo essas diferenças é possível distinguir uma da outra.

Como tratar a alopecia nervosa

Ainda que seja um tipo de alopecia que desaparece ao eliminar a situa√ß√£o estressante, √© conveniente fazer isso antes de perder uma grande quantidade de cabelos. Para isso √© importante seguir as recomenda√ß√Ķes abaixo visando conter a calv√≠cie por estresse.

  • Elimine o problema: Esse √© o primeiro passo a ser dado. Caso o problema seja gerado por estresse e/ou ansiedade, voc√™ deve buscar uma forma de acabar com a situa√ß√£o que o produz. No caso de n√£o poder fazer isso sozinho, √© recomend√°vel que procure consultar com um Psic√≥logo que te ajudar√° a superar tal situa√ß√£o.
  • Exerc√≠cio: Fazer exerc√≠cios di√°rios. Isso te ajudar√° a liberar endorfinas que influem positivamente no teu estado de √Ęnimo, por isso o exerc√≠cio f√≠sico reduz o estresse e a ansiedade. Ademais de melhorar sua condi√ß√£o f√≠sica e levantar sua autoestima.
  • Boa alimenta√ß√£o: N√£o permita que momentos de tristeza e desanimo te impe√ßam de alimentar-se bem. Uma boa alimenta√ß√£o se faz necess√°ria para aportar os nutrientes indispens√°veis para fortalecer o couro cabeludo e evitar a queda.
  • Busque um m√©dico: Se mesmo seguindo os passos anteriores o cabelo continua caindo √© porque chegou a hora de procurar um m√©dico. Somente ele pode averiguar a sua condi√ß√£o e assegurar que n√£o se trata de outro tipo de calv√≠cie. Os medicamentos recomendados nesse caso s√£o: Minoxidil e Finasterida.

O cabelo se recuperar completamente após a alopecia nervosa?

A resposta √© sim! Uma vez superado este problema o seu cabelo voltar√° a crescer.¬† √Č uma alopecia tempor√°ria. Ao findar as condi√ß√Ķes de ansiedade e estresse, o cabelo retornar√° a ter sua fase de crescimento. Isto √©, deixar√° de saltar fases e os fol√≠culos que ficaram inativos voltam a produzir fios novos.

Durante a fase de crescimento dos seus novos cabelos é importante que, você tome os cuidados necessários para que eles cresçam fortes e saudáveis. Alimente-se corretamente, use produtos adequados a seu tipo de couro cabeludo e não exagere no uso de secadores, chapinhas e produtos químicos.

Siga esses conselhos e evite que a queda de cabelo por estresse te deixe mais ansioso ainda. S√£o momentos onde se deve ter a calma necess√°ria para que consiga reverter os danos provocados pelo estresse, nos seus cabelos.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

Contactar      644 713 228