Sunday, January 22, 2023
NotíciaComo aumentar a densidade do cabelo fino

Como aumentar a densidade do cabelo fino

Quem tem o cabelo fino e ralo costuma se incomodar muito com essa condição e sabe como é difícil engrossar e dar volume aos fios. Um grande equívoco que precisa ser esclarecido é associarmos o cabelo fino com o cabelo ralo, o que faz com que o tratamento escolhido não condiz com a necessidade real dos fios e por isso não se alcança o resultado pretendido. 

Os cabelos ralos têm a ver com a quantidade de fios existentes no couro cabeludo, enquanto que os cabelos finos com a característica da estrutura mais fina da haste capilar. A estrutura do cabelo pode ser geneticamente fina ou ir afinando com o passar do tempo e certos hábitos como uso de produtos químicos, secadores e chapinhas, que fazem com que os fios percam matéria e enfraqueçam.

Para esses casos, existem alguns procedimentos que ajudam no fortalecimento dos cabelos para que naturalmente fiquem mais grossos e com a espessura original. Fique por dentro com a leitura deste texto para aprender como aumentar a densidade do cabelo fino.

Por que o cabelo fica mais fino? 

Genética

Na questão genética, cada indivíduo possui um código específico que determina a espessura e o formato da fibra capilar. Nesse caso, se o cabelo fino é desde o nascimento, não há muito o que se fazer para modificar a condição.

Deficiência de nutrientes

Os folículos capilares estão entre os mais ativos metabolicamente no corpo, portanto o crescimento dos cabelos pode ser muito impactado pela desnutrição calórica e proteica e pela deficiência de micronutrientes. Logo, o cabelo tende a afinar quando o organismo está com níveis baixos de ferro e vitamina D. 

Idade e hormônios

Fatores como a idade e a taxa de certos hormônios, como a testosterona, também influenciam na perda e afinamento dos cabelos. O afinamento capilar nas mulheres, por exemplo, é bastante intensificado após a menopausa por causa da redução dos níveis de estrogênio. Entretanto, essa situação pode acontecer  em qualquer momento de mudança hormonal e, em mulheres mais jovens, pode indicar inclusive uma síndrome do ovário policístico. 

Estresse

O estresse diário ou ocasionado por algum episódio isolado como acidente, doença, cirurgia, medicamentos ou dietas radicais, também pode levar ao eflúvio telógeno agudo, conhecido por queda de cabelo reflexiva. Esse problema pode atingir homens e mulheres e, como o próprio nome sugere, acaba refletindo o que está acontecendo no nosso corpo e, com isso, provocando o afinamento do cabelo.

Falta de higiene 

A falta de limpeza devida pode ser outro fator importante para tornar o cabelo mais fino e até provocar queda capilar. A menor frequência de higiene dos cabelos faz com que alguns resíduos de poluição, suor, fungos e outros micro-organismos se acumulem no couro cabeludo e nos fios.

Excesso de química

Alguns procedimentos químicos, a depender da agressividade, podem provocar o afinamento e a queda dos cabelos. Tinturas, descoloração e certos alisamentos fazem com que os fios percam massa e por consequência ficam com um aspecto mais ralo e fino.

Calor excessivo

Aparelhos de calor, como secador, chapinha e modelador de cachos, podem deixar o cabelo mais fino com o uso excessivo, pois o calor intenso resseca os fios e pode causar quebra capilar. Por isso, evite usar com muita frequência esses equipamentos e sempre que for usar aplique um protetor térmico no cabelo para protegê-lo da temperatura elevada.

Como engrossar o cabelo fino?

A maioria das pessoas que possui cabelos finos e ralos está sempre buscando dicas para aumentar a densidade dos fios. Por isso, seguem algumas sugestões de medidas que realmente funcionam para deixar o cabelo mais encorpado e o melhor, mais hidratado e  saudável. 

  1. Cronograma capilar

O cronograma capilar é uma rotina de cuidados com os cabelos que intercala três procedimentos: hidratação, nutrição e reconstrução. Esses tratamentos ajudam na reposição da massa e dos nutrientes do cabelo que são perdidos no dia a dia.

Cada fase do cronograma capilar oferece uma solução específica para os fios danificados por agressões causadas pela poluição, sol, cloro da água, uso em excesso de ferramentas de calor, procedimentos químicos para coloração ou descoloração, dentre outros.

2. Aminoácidos

O fio de cabelo é composto por 85% de queratina, uma proteína bem conhecida no mundo dos cosméticos e da beleza. A queratina é composta por outros 19 tipos de aminoácidos,  que diariamente se perdem com as agressões que os cabelos sofrem. Essa perda dos aminoácidos presentes nos fios causa a queda e a quebra capilar, deixando os fios mais finos ou ralos.

A reposição de aminoácidos pode ser feita pela etapa de reconstrução do cronograma capilar, por via oral ou tópica, com a aplicação direta nos fios ou no couro cabeludo. Este tratamento recupera o cabelo que está fraco, fino, quebradiço e caindo muito.

3. Biotina 

A biotina (vitamina B7) é fundamental para a saúde e beleza não só dos cabelos, mas também da pele e das unhas. A falta da biotina no organismo deixa os fios enfraquecidos e como consequência vem a queda capilar. 

Para termos cabelos saudáveis é importante que os nutrientes dos alimentos que consumimos cheguem até eles, mas nem sempre nossa alimentação é rica, por isso é necessário fazer uma suplementação de vitaminas e minerais. A biotina pode ser encontrada em cápsulas prontas, mas também está presente em alguns alimentos como  leite, fígado, nozes, abacate, melancia e gema de ovo.

4. Óleos vegetais

Os óleos vegetais conquistaram espaço no mercado de cosméticos em razão da intensa nutrição que proporcionam aos cabelos. Esse produto é ideal para fazer umectação nos fios, que entre vários benefícios deixa-os com mais densidade. Os óleos mais usados para deixar o cabelo mais encorpado são o óleo de coco, óleo de argan, óleo de rícino, óleo de abacate, óleo de linhaça, óleo de amêndoas e óleo de oliva.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here