Transplante capilar Sao Paulo

Os melhores médicos de transplante capilar em São Paulo

1. Dr. Alvaro Tulio Fortes

Médico responsável pela Clínica Capilclinic, em São Paulo, Dr. Fortes é considerado um dos maiores especialistas em transplante capilar não só no Brasil. Se aprimorou expressivamente nos últimos anos, principalmente na técnica FUE, através do aprendizado na prática com conceituados cirurgiões do mundo durante os diversos congressos em que participou.

Tamanha experiência adquirida possibilitou oferecer aos seus pacientes os melhores tratamentos de enxerto de cabelos, dentro do conceito da ética e da arte com garantia de sucesso nos resultados.

Para o cumprimento deste objetivo constante de melhorar a qualidade e a eficácia dos transplantes capilares, Dr. Fortes conta com a infraestrutura de ponta da Clínica Capilclinic, que possui tecnologia de última geração para realização dos procedimentos.

2. Dr. Julio César Yoshimura

Fundador da clínica que recebe seu nome, Dr. Julio César Yoshimura, renomado cirurgião plástico no Brasil, preza pela excelência e pelo comprometimento com a individualidade de cada paciente na realização dos transplantes capilares. Para tal realiza apenas uma cirurgia por dia, o que permite estar presente do início ao final do procedimento.

A equipe que lidera é composta por sete auxiliares, que foram treinados e capacitados pelo próprio Dr. Yoshimura para executar a assistência de forma a alcançar na cirurgia uma performance com o mais alto nível possível.

Comprometimento com a saúde do paciente e todo o esforço necessário para se alcançar o melhor e mais natural resultado no enxerto capilar.

3. Dr. Antonio Ruston

Considerado uma das autoridades mundiais em transplante capilar, Dr.Antonio Ruston é  perfeccionista na busca por resultados naturais e por maior volume e densidade possível nos transplantes capilares que realiza. Trata-se de um senso estético para análise detalhada de pontos importantes no momento da cirurgia, como a inclinação ideal do fio em cada área do couro cabeludo.

A Clínica Ruston se destaca em São Paulo como uma das melhores em tratamentos para calvície pelo profundo conhecimento técnico, seriedade, competência e excelência de seu idealizador.

Comprometido com a discrição e confidencialidade, Dr. Ruston atende de forma personalizada seus pacientes, sendo feito somente um procedimento ao dia. Isso também possibilita que o profissional esteja presente e dedicado exclusivamente do início ao fim do transplante capilar.

Já sabemos que é uma verdade incontestável que a escolha do cirurgião para realizar o transplante capilar deve ser consciente e muito bem avaliada. Agora nem tudo o que é dito sobre a calvície é verdadeiro. Assim, vejamos alguns dos maiores mitos sobre o assunto e também o que é verídico.

Mitos e verdades sobre a calvície

1 – Cortar os cabelos fazem os fios crescerem mais grossos e fortes

Mito.

Quando os cabelos são cortados eles se tornam mais leves uma vez que o volume é reduzido, além de parecerem mais finos devido a retirada das pontas duplas. De toda maneira, tanto a quantidade de fios quanto a espessura dos cabelos não sofrem qualquer tipo de alteração quando cortados.

2 – Estresse causa queda de cabelos

Verdade.

O estresse é considerado um dos fatores causadores da calvície em muitos casos. Pessoas que enfrentam situações onde os níveis de estresse atingem um patamar muito acima do normal podem acabar sentindo o reflexo desse aumento na queda dos cabelos.

Estresse, depressão, ansiedade e outras condições psíquicas influenciam o ciclo de atividade dos folículos capilares e podem fazer com que os cabelos caiam de forma mais acentuada ou que exista o desenvolvimento da alopecia.

3 – Falta de higiene pode fazer com que os fios caiam

Mito.

Não há nenhuma relação entre os cabelos sujos e a queda dos fios. Manter os cabelos limpos é um hábito de higiene tão importante quanto o que devemos ter com todo o corpo, mas não é a falta disso que irá ocasionar a queda dos fios.

4 – O uso de escovas pode evitar a calvície

Mito.

O uso de escovas de cabelo ou pentes não possui nenhum tipo de relação com os fatores que causam a calvície. De toda forma, muitos especialistas acabam recomendando a preferência das escovas no lugar dos dos pentes, pois essas evitam a formação de pontas duplas nos cabelos.

5 – Secar os cabelos com secador pode causar calvície

Mito.

Alguns tipos de alopecia têm entre seus causadores a exposição dos fios a altas temperaturas, mas um secador de cabelos comum dificilmente causará um problema irreversível.

Caso haja queda de cabelo em decorrência da alta temperatura do aparelho esses fios voltarão a crescer normalmente, por isso não há motivo para preocupação.

Ainda assim é sempre importante utilizar o secador de acordo com as instruções do fabricante e evitar o excesso em razão dos danos causados à saúde e hidratação dos fios.

6 – Raspar a cabeça evita a calvície

Mito.

Pelo contrário, se raspar o cabelo com muita frequência isso pode colaborar para o surgimento da calvície.

A raspagem pode deixar o couro cabeludo irritado e danificar a raiz dos cabelos, fazendo com que eles cresçam mais finos e aumentando as chances de os fios caírem com mais facilidade.

7 – A alimentação influencia na saúde capilar

Verdade.

A sua alimentação pode influenciar diretamente no surgimento da calvície. Tudo o que comemos diariamente impacta em todas as partes do corpo, inclusive nos cabelos.

Sendo assim, adotar uma alimentação equilibrada e balanceada com vitaminas e proteínas é essencial para que os fios possam se manter saudáveis, minimizando o impacto da calvície.

8 – A calvície é genética

Verdade.

Um dos principais fatores que causam a calvície é uma condição chamada de alopecia androgenética que, como o nome indica, tem um fator genético. Dessa forma, essa queda de cabelo acentuada ou total é passada entre familiares, podendo vir tanto do lado paterno quanto do lado materno.

Existe também a alopecia areata, uma condição que pode causar a queda de cabelo em algumas partes do corpo e, em casos mais raros, do corpo inteiro. Essa doença ainda gera dúvidas sobre sua origem, mas estudos demonstram que fatores genéticos também estão presentes no seu surgimento.

Todavia, o fato de a calvície ser hereditária não significa que todos os membros da família sofrerão com esse problema. A verdade é que a alopecia pode pular gerações ou afetar apenas uma pessoa da família, por exemplo.

9 – Usar chapéu causa calvície

Mito.

Nenhum uso de acessório pode causar o aparecimento da alopecia. O que acontece é que, caso o uso seja constante, o abafamento frequente no couro cabeludo e o atrito com os fios podem causar um desgaste do cabelo.

Além disso, se o chapéu ou boné estiver apertado, a circulação sanguínea pode ser dificultada e, assim, retardar o processo de crescimento dos fios.

10 – Produtos como gel e spray causam a alopecia

Mito.

Assim como o uso de acessórios, o uso de gel, de spray ou de tintas não é capaz de causar a calvície. No entanto, é preciso ter cuidado para que o excesso de produtos ou a escolha de substâncias erradas não prejudiquem a qualidade dos fios, cause inflamações ou outros problemas que afetem a saúde capilar.

11- Dormir com o cabelo molhado faz o cabelo cair

Verdade.

Dormir com os cabelos molhados enfraquece a raiz dos fios e cria um ambiente úmido propício para a proliferação de fungos e o desenvolvimento de doenças capazes de acentuar a queda capilar.

É importante destacar que a queda de cabelo é diferente da calvície. Nos casos em que essa queda é causada por fatores externos como o ambiente úmido, o tratamento da raiz, do couro cabeludo ou a eliminação dos fungos pode ser suficiente para que os cabelos parem de cair de forma acentuada.

12- Esteroides causam queda de cabelo

Verdade.

Os esteroides utilizados em treinamentos físicos têm elevada concentração de uma substância chamada di-hidrotestosterona (DHT). Essa substância está presente no hormônio testosterona e, por isso, atua na formação dos folículos capilares, podendo causar a queda de cabelo e favorecer o desenvolvimento da alopecia androgenética.

13- Remédios caseiros evitam a calvície

Mito.

É comum ouvirmos falar que vinagre, bicarbonato, mel e gema de ovo podem curar a calvície, mas isso não é verdade. Nesses casos, o que acontece é que algumas soluções caseiras podem ajudar na aparência, na textura e na saúde dos fios, fazendo com que os cabelos tenham mais brilho ou se tornem mais macios.

Entretanto, nenhuma dessas substâncias é capaz de impedir a progressão da alopecia ou fazer com que os fios voltem a crescer. O que vale é adotar um estilo de vida equilibrado, cuidar da saúde mental e da alimentação para que o funcionamento do organismo possa acontecer da melhor forma possível e prevenir a queda dos cabelos de certa forma.

Além disso, alguns cuidados — como higienizar os cabelos com produtos adequados e com frequência, evitar submeter os fios a altas temperaturas e não apertar o couro cabeludo — são indicados por especialistas da área para manter a saúde capilar.

Escreva um comentário:

*

Your email address will not be published.