Friday, May 24, 2024
NotíciaComo tratar a caspa nos homens

Como tratar a caspa nos homens

O cabelo é a vitrine do rosto e valida o estilo do ser humano com relação a aparência tanto das mulheres quanto dos homens ainda mais quando está bem cuidado. Todavia tem um incômodo que afeta várias pessoas independentes do gênero: as caspas. Além de provocar muita coceira, também são um problema estético. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, cerca de 40% da população mundial já apresentou ou sofreu com a caspa. E aproximadamente 1 a 5% a população mundial, na sua maior parte homens, possui a Dermatite seborreica. Ela é um problema que acomete homens e mulheres de fato é muito desconfortável ter caspa.

É necessário primeiro você precisa saber qual tipo você possui, pois existem dois: a caspa úmida e a seca, além do mais ela pode ser genética, ou até mesmo o uso de algum produto químico no cabelo, ou os cuidados com o couro cabeludo não estão sendo de forma correta, tudo isso provoca a caspa. Produzidas pelo grande quantidade de oleosidade, podem também aparecer ou intensificar-se em momentos de estresse.

A caspa nada mais é do que células mortas que se desprendem do couro cabeludo dando aquele aspecto branco, sendo assim essa é a caspa branca. Já a caspa úmida é aquela que junta com o sebo produzido pelo couro cabeludo e as glândulas sebáceas são as que produzem sebo e vai juntam nas células mortas, ou seja, surge a dermatite no couro cabeludo que é a inflamação, ou seja, quando você abre o cabelo e está vermelho isso é dermatite seborreica. É fundamental os cuidados especiais. Uma vez que a pessoa apresenta caspa, consequentemente, é porque não se cuida, daí o fungo se aloja, tornando os problemas mais grave.

É imprescindível entender que a oleosidade é uma situação, e a oleosidade com inflamação é outra coisa, chamada de Dermatite Seborreica. Existe a alimentação com a descamação de um fungo de nome Malassezia. Esse fungo vai comendo as casquinhas e essas se formam um processo, literalmente, uma reação em cadeia que regenera a pele que bagunça este processo. A Dermatite Seborreica gera muita queda capilar. A oleosidade em si é uma coisa natural das pessoas existem aquelas que possuem pele e couro cabeludo oleosos que se resolve com uma boa limpeza de pele e couro cabeludo.

Um outro aspecto que acomete mais os homens é a produção sebácea, devido a grande manifestação dos hormônios andrógenos. Essa doença acontece nas áreas de maior acúmulo de glândulas sebáceas quando elas estão mais ativas. Estudos apontam a doença relacionadas ao sistema imunológico, pois existe uma predominância nos indivíduos com imunodeprimidos que são afetados pela Dermatite seborreica, como por exemplo: infecções virais, alcoolismo, doenças malignas e portadores do vírus HIV. Outros distúrbios do couro cabeludo, eventual, são infecções, por exemplo, bacterianas ou fúngica, e patologias inflamatórias como: psoríase que levam a queda de cabelo.

Hábitos e cuidados

O hábitos e cuidados diários são muito importantes para a saúde dos cabelos e couro cabeludo. A pessoa precisa está consciente que o tratamento é permanente e diário por ser uma doença que não tem cura e cotidiana. 

  •  Muito importante no momento da higienização do couro cabeludo, aumentar o cuidado na hora de lavar os cabelos. Lavar os cabelos alternados dia sim, dia não,
  •  O shampoo anticaspa dever aplicado e esperar agir dois minutos
  •  É bom passar shampoo anticaspa de forma leve e suave para evitar mais descamações. Logo após a remoção do produto use o shampoo de rotina de sua preferência. Coloque o condicionador apenas se necessário, passe-o apenas da linha da orelha para baixo. E obviamente evite banhos que sejam muitos quentes.
  •  Evitar ao máximo os shampoos secos, embora consiga retirar a oleosidade e conter o brilho dos fios, o produto não elimina toda a sujeira. Não pode ser usado diariamente.
  •  Secar muito bem os cabelos

Tratamento de caspas para os homens

O uso de Shampoos anti-inflamatórios e antifúngicos, que reduzem a concentração e fungos. Alguns produtos encontrados em farmácia, conhecidos como anticaspa, podem ser usados para casos mais suaves. Contudo em outras circunstâncias não resolvem o problema apropriadamente a inflamação e irritação do couro cabeludo. Nesse contexto, o mais indicado é procurar um médico dermatologista para a prescrição de medicamentos e Shampoos adequados.

O shampoo antifúngico contém cetoconazol que acaba com a caspa produzida por fungos. Já aqueles os shampoos que inclui zinco, contribuem para a redução da descamação do couro cabeludo. Somente um médico dermatologista pode indicar os melhores produtos para cada caso e tipo de cabelo, portanto procure a orientação e prescrição do profissional da área. O surgimento da caspa é indicação de algum tipo de desequilíbrio do organismo, como:

  • Coceira intensa
  • Vermelhidão no couro cabeludo
  • Presença de caspa mais grossa – que não têm aquele aspecto de “farinha”
  • Aumento significativo na queda de cabelo
  • Nos casos mais graves, os médicos dermatologistas sugerem a utilização de LED, com luz de emissão baixa, para desinflamar o couro cabeludo e regular a flora.

O ideal é reduzir o uso dos processos químicos nos cabelos mesmo sendo um hábito bem feminino, os homens do mundo moderno estão muito vaidoso e preocupados extremamente com aparência. E como a mulheres estão também realizando alisamentos, coloração, escovas progressivas entre outros que são procedimento que infelizmente provocam o aparecimento de caspa e a descamação também do couro cabeludo.O recomendado por profissionais médicos  é usar produtos que não são nocivos à saúde capilar e que não contenham substâncias químicas prejudiciais ao organismo, atualmente, para um resultado positivo e imediato os produtos estão quimicamente muito fortes.  Uma dica preciosa é escolher produtos mais naturais e com as composições químicas mais brandas. Existem inúmeros shampoos para caspas que são capazes de contribuir para a redução da caspa.          

A caspa não tem cura, porém pode ser controlada com o uso de produtos que podem combater os fungos e a oleosidade e a descamação. Uma curiosidade sobre a caspa diz respeito aos  meses mais frios, é natural que as glândulas sebáceas proliferam a sua produção, consequentemente possibilitando o aparecimento da caspa, pois os fios são bem oleosos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here