Uma em cada duas mulheres irá sofrer de algum tipo de alopecia durante sua vida. Isso mostra o quanto as estatísticas coletadas por diferentes estudos médicos são poderosas, e é dito que, apesar das muitas crenças, a perda de cabelo em mulheres é um problema muito comum no setor feminino.

O que é a alopecia em mulheres

A alopecia em mulheres é, assim como nos homens, a queda progressiva dos folículos capilares. Contudo, a forma como esses folículos caem normalmente é muito diferente do modo como o cabelo se solta do couro cabeludo nos homens.

Isso, frequentemente, começa com a perda de densidade capilar, depois com a perda do brilho e da firmeza e, por fim, com a perda indiscriminada de cabelo. Algo que se torna especialmente detectável em dois momentos da rotina diária, como na hora do banho e do pente. Em ambos, você, você verá uma perda superior a 50-100 folículos que caem e se regeneram todos os dias, então é comum que, depois de sofrer de algum tipo de alopecia, as mulheres comecem a parecer calvas e comecem a reconhecer um crescimento cada vez mais arrastado na linha do crescimento capilar da testa.

Se em homens, a alopecia é a causa de vários problemas psicológicos como perda de autoestima, como uma consequência direta da pressão que as mulheres sentem com relação à sua aparência, ela causa ainda mais inseguranças e uma perda de confiança que, normalmente, pode desaparecer apenas através de tratamentos ou procedimentos de regeneração capilar.

Antes de come√ßar a analisar as causas, os tipos e as solu√ß√Ķes para a alopecia feminina, √© importante destacar que normalmente seus sintomas come√ßam na adolesc√™ncia, um momento no qual muitas mulheres n√£o prestam aten√ß√£o e que persiste at√© alcan√ßarem os trinta anos de idade, quando elas s√£o obrigadas a agir com rela√ß√£o √† quest√£o.

Contudo, quando chegamos perto de fazer cinquenta, como consequência das poderosas mudanças que acontecem em nosso corpo, as mulheres começam a experimentar uma perda significativa de cabelos. Em todo caso, é importante lembrar que isso pode se apresentar em formas e graus variados em qualquer momento da vida.

Causas da alopecia feminina

A alopecia nas mulheres √© gerada por causas diferentes. A √ļnica maneira de saber o que est√° desencadeando cada queda de cabelo √© realizar um exame m√©dico na paciente. Ap√≥s esses testes, assim que um diagn√≥stico √© feito, n√≥s prosseguimos com o in√≠cio de um tratamento personalizado para solucionar o problema.

Embora as causas possam ser várias, a verdade é que na maioria dos casos, a perda de cabelo anormal de muitas pacientes está relacionada aos seguintes problemas:

Deficiências alimentares

A comida tem um grande impacto na nossa sa√ļde geral e especificamente, na sa√ļde do nosso cabelo. Problemas com o tecido cut√Ęneo, unhas e cabelo normalmente s√£o uma consequ√™ncia de uma dieta com baixos n√≠veis de vitamina B, vitamina A e prote√≠nas. Na verdade, estes elementos s√£o vitais para manter uma sa√ļde capilar adequada.

Estresse e ansiedade

A ocorr√™ncia do estresse e de crises de ansiedade causam m√ļltiplas mudan√ßas em nosso corpo. Uma delas est√° relacionada √† perda de cabelos, j√° que as mulheres que passam por esses tipos de processos produzem mais horm√īnios masculinos, o que se traduz, primeiramente, num enfraquecimento progressivo dos cabelos e por fim, numa alopecia por estresse.

Problemas hormonais

Nosso cabelo se alimenta de estr√≥genos, que s√£o horm√īnios femininos que diminuem ao longo da adolesc√™ncia e da vida adulta, e tamb√©m durante a gravidez e nos primeiros dias do p√≥s-parto. Durante fases como a menstrua√ß√£o, a menopausa ou a gravidez, a presen√ßa de horm√īnios masculinos encurrala o estrog√™nio, causando uma alopecia hormonal.

Uso de medicamentos

O consumo de alguns medicamentos, como aqueles que produzem altera√ß√Ķes hormonais, antidepressivos, anticoagulantes, aqueles usados durante a quimioterapia e outros que desencadeiem altera√ß√Ķes hormonais ou no sistema nervoso est√° por tr√°s de v√°rios casos de alopecia. Adicionalmente, o abuso de secador de cabelos e da chapinha, tinturas agressivas ou o uso de produtos qu√≠micos na pele podem gerar uma queda indiscriminada de cabelo.

Tipos de alopecia em mulheres

Os tipos de alopecia feminina são basicamente os três a seguir:

Alopecia androgênica

Esta é a alopecia feminina mais diagnosticada. Os primeiros sintomas alertando sobre sua presença são a perda de volume e a emergência de falhas no couro cabeludo, e a perda geral ou frontal da densidade.

A principal causa da alopecia androg√™nica, tamb√©m chamada de alopecia androgen√©tica, √© a presen√ßa de altera√ß√Ķes hormonais que causam uma menor produ√ß√£o capilar e o enfraquecimento dos fol√≠culos capilares.

Embora em muitos casos ela seja gerada por fatores genéticos, em outros casos ela é causada por má nutrição ou por causa do estresse e da ansiedade. Se ela não for diagnosticada a tempo, ela pode levar à calvície total.

Alopecia areata

Os primeiros sintomas alertando sobre uma alopecia areata são a emergência de uma calvície bastante localizada que, em muitos casos, aparece em um período de tempo bem curto. Assim que ela aparecer, você tem que iniciar um tratamento; senão, após alguns meses, ela pode se estender.

Esta alopecia acontece como consequência da inflamação de uma unidade folicular, que acaba não conseguindo se alimentar corretamente e fazendo com que, depois que os folículos caem, ela não nasça de novo.

Como é confirmado por diferentes pesquisas médicas, as causas da alopecia areata são o estresse, alergias, a presença de uma infecção em nosso corpo e, em alguns casos, fatores ambientais.

Alopecia difusa

A alopecia difusa ocorre traumaticamente. Durante a fase de crescimento capilar, num período muito curto de tempo, uma queda maciça de cabelos ocorre. Quando ela aparece, ela afeta dois em cada dez folículos; portanto, as consequências são significativamente visíveis.

Embora ela normalmente seja eliminada em pouco tempo, o problema acontece quando ela não vem sozinha, mas junto com outro tipo de alopecia. Quando isso ocorre, as consequências estéticas são devastadoras.

Como curar a alopecia em mulheres

N√£o importa qual √© o tipo da alopecia com a qual voc√™ foi diagnosticada, voc√™ deve saber que o seu problema de perda de cabelo tem uma solu√ß√£o. Para isso, como n√≥s citamos no come√ßo, √© necess√°rio estar nas m√£os de um m√©dico especialista em sa√ļde capilar e receber um diagn√≥stico preciso. Depois que ele tiver analisado o seu caso, ele lhe dar√° uma solu√ß√£o personalizada, que pode ser um tratamento n√£o invasivo ou um transplante atrav√©s de um enxerto capilar para que voc√™ possa recuperar o seu cabelo perdido o mais r√°pido poss√≠vel.

Escreva um coment√°rio:

*

Your email address will not be published.