Monday, June 24, 2024
NotíciaConsequências de um transplante capilar malsucedido

Consequências de um transplante capilar malsucedido

Sabemos que o cabelo é uma parte fundamental de nossa imagem e autoestima, afinal é a moldura do rosto. Assim, muitas pessoas que sofrem com a calvície têm não apenas o físico, mas o psicológico abalado, o que reflete em vários aspectos da vida pessoal e profissional.

O transplante capilar pode influenciar e mudar positivamente esse problema como a solução definitiva para a queda dos fios. Entretanto, também pode agravar o caso se o procedimento for malfeito e deixar consequências muito desagradáveis. Entenda melhor o que pode dar errado em um transplante de cabelos e transformar o sonho em pesadelo.

Implicações de um transplante de cabelo malsucedido

Os erros de um enxerto capilar mal executado podem causar impactos não apenas na aparência, mas principalmente no emocional do paciente. Quem passa por esse transtorno pode desenvolver estresse, depressão e ficar reclusa com vergonha de sair de casa.

Dentre os efeitos colaterais de uma cirurgia malfeita estão cicatrizes grosseiras, resultado de “cabelo de boneca”, cistos, espinhas e coceira no couro cabeludo. Um transplante capilar de sucesso é aquele imperceptível, natural e harmônico.

Vejamos outros erros que podem ocorrer no transplante de cabelo:

  • desenho da linha frontal sem senso estético, com resultado artificial;
  • baixa durabilidade dos fios implantados;
  • danos estéticos à pele do couro cabeludo;
  • furos muito grandes;
  • remanejamento de fios bastante aparente;
  • implantação de tufos ao invés de unidades foliculares;
  • grande perda de fios no manuseio durante a extração e implantação, o que causa um visual rarefeito;
  • desgaste sem necessidade da região doadora;
  • complicações no pós-operatório, como infecções que inibem o nascimento dos fios transplantados.

A escolha profissional para realização do transplante capilar

Apesar dessas possíveis consequências de um procedimento malsucedido, a boa notícia é que elas podem ser perfeitamente evitadas se tomados alguns cuidados, sendo o principal deles a escolha certa do responsável para fazer o transplante dos fios.

Com o crescimento considerável na busca pela cirurgia nos últimos anos, infelizmente surgiram também os aventureiros que oferecem o serviço sem a devida competência e preparo profissional, o que coloca o paciente em risco. O transplante capilar exige um profundo conhecimento técnico-científico, equipe qualificada com vasta experiência, domínio dos métodos específicos, tecnologia e equipamentos avançados, dentre outros quesitos.

O momento de implantar os folículos extraídos da área doadora é uma das fases mais importantes do transplante e é determinante para o alcance do resultado esperado. Profissionais menos experientes estão mais sujeitos a cometer erros ao avaliar a região doadora, e caso coletem de uma área que possua cabelos com o gene da calvície, o objetivo da cirurgia não será alcançada e os fios transplantados irão cair após um tempo.

Por isso, é fundamental que o interessado em realizar a restauração capilar tenha muita atenção na busca pelo médico e pela clínica onde vai realizar a cirurgia. Conheça alguns fatores importantes que devem ser considerados para tomar a melhor decisão.

Local com infraestrutura adequada

O transplante de cabelos não é um simples procedimento estético capilar que pode ser feito em um ambiente que não seja cirúrgico. Logo, o local deve ser devidamente equipado e preparado, com licença para funcionamento emitido por órgãos de fiscalização, como a Anvisa no Brasil.

Avaliação prévia do candidato

O procedimento requer um planejamento cirúrgico detalhado, em que deve considerar a condição do paciente interessado para avaliar se está apto a passar pelo transplante capilar. Aspectos como o tamanho da área calva a ser tratada, densidade e suficiência da área doadora e desordens do escalpo ou inflamação na região, possibilidade para os devidos cuidados e acompanhamento no pós-operatório devem ser observados. Se esses fatores não forem considerados, o resultado pode ser um transplante capilar desastroso.

Expectativas não realistas sobre o transplante de cabelo pode gerar uma grande decepção ao paciente. Isso porque ele pode achar que precisa desse procedimento para resolver o problema, entretanto a técnica pode não ser a indicada para o caso. Assim, a fim de evitar qualquer insatisfação, o médico deve alinhar com o interessado o objetivo esperado com o tratamento, onde terá todas as informações e esclarecimentos para decidir se realiza ou não a cirurgia.

Cuidado e disciplina no pós-operatório

Depois de terminado o transplante capilar, o médico responsável irá passar algumas orientações para o paciente quantos os cuidados no pós-operatório. Tais instruções devem ser seguidas corretamente para que não tenha nenhum risco de complicações que possa comprometer o resultado do procedimento. A correta higienização do couro cabeludo e dos fios, a troca de toalhas a serem usadas, a postura correta para dormir, evitar coçar e esfregar os folículos implantados, o cumprimento da alimentação recomendada, a não exposição ao sol, a abstenção de bebidas alcoólicas e de exercícios físicos durante o período determinado, são alguns cuidados a serem tomados para que o paciente consiga o desejado resultado e recupere os cabelos, a confiança e a autoestima levadas com a queda capilar.

Conclusão

Quando o transplante capilar é realizado por um cirurgião e equipe experientes e qualificados, em uma clínica devidamente equipada e preparada para o procedimento, e o paciente segue os devidos cuidados após a cirurgia, as complicações e consequências têm chances mínimas de ocorrer. Trata-se de uma operação tranquila, indolor com a aplicação de anestesia e sem risco de rejeição por serem usados os fios de cabelo da própria pessoa.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here